Iniciando a Alimentação Natural em Filhotes

alimentacao-natural-para-filhotes-1Hoje iremos falar da importância da alimentação natural em filhotes.

A saúde e o vigor da cria dependem de alguns fatores: a genética dos pais e de sua dieta (por isso, é fundamental um plano nutricional com comida natural para a cadela gestante) e o fornecimento de comida de verdade para os filhotes (após a 2ª semana).

Período: da 2ª a 6ª semanas

A partir do momento em que surgem os primeiros dentes de leite (com aproximadamente 2 a 4 semanas de idade) é que você exerce o papel mais importante da vida dele. Devemos ensiná-lo a comer comida de verdade, pois ele estará pronto para ser apresentado aos alimentos sólidos.

Esse período coincide com o aumento do desconforto na hora da amamentação para a cadela, pois o filhote começará a usar aqueles dentinhos afiados que todos nós conhecemos tão bem! Esse é o melhor momento para começarmos a oferecer alimentos sólidos.

Na vida selvagem, a mãe faz isso por regurgitação de alimentos (vômito voluntário) para ensinar os filhotes a comer alimentos sólidos. O alimento (a caça) que ela comeu é então regurgitado com uma parte já digerida para o filhote. Muitas cadelas ainda mantém esse hábito na fase da lactação o que causa apreensão para o proprietário e telefonemas para nós veterinários.

Os filhotes se adaptam rapidamente e entre 3ª e a 6ª semanas de idade já é possível fornecer frango picadinho e carcaças de frango moídas. Eles também devem ter acesso a peças maiores para começar a incentivá-los a rasgar a “presa” e garantir a força da mandíbula – nesse caso sempre sob sua supervisão.

Após a 6ª semana

A partir de seis semanas de idade você pode começar com costelas e asa de frango. Esses ossos não são muito densos, sendo considerados suaves para filhotes. A pele de galinha, em particular, deve ser cortada, pois os filhotes podem encontrar dificuldade em rasgá-la devido a elasticidade da mesma.

Alguns peixes crus também são uma boa opção para os filhotes, como a sardinha que pode ser fornecida com a espinha. Para os filhotes de raças pequenas você pode cortar a carne em pedaços para ajudá-lo.

E o que os filhotes comem depois? Por volta dos 6 e 8 meses de idade o filhote cresceu e na natureza já aprendeu a caçar e a limpar sua presa com a mãe. Então, como isso se traduz para um cachorro doméstico hoje em dia?

Simples, iremos recriar os elementos fundamentais da dieta natural, com ingredientes de fácil acesso atualmente disponíveis (carne, ovos, peixes), que fornecerão os componentes equivalentes de uma dieta ‘selvagem’. Não é tão complicado ou demorado, acredite!

Uma dica: a asa de frango deve ter a ponta cortada na terceira junta, pois os animais podem tentar engoli-lo inteiro e a dupla articulação da asa pode causar asfixia.

Alimentando Filhotes Órfãos

alimentacao-do-filhote1Use leite de cabra integral fresco, quanto menos industrializado, melhor. Ele pode ser alimentado na proporção de 1:1, ou seja, 50% leite de cabra para 50% de água mineral.

Depois de uma semana, ele pode ser alimentado com leite de cabra integral fresco, não pasteurizado. Para as duas situações, adicione um ovo a cada 1 litro de leite (ou do leite diluído).

Depois de ter feito o leite com o ovo batido, você deve armazená-lo em um recipiente de vidro ou porcelana (não use plástico) na geladeira.

Quando for usá-lo, aqueça-o em banho-maria (morninho) para imitar a temperatura do leite da mãe. O leite de cabra é um substituto perfeito, pois ele é mais similar ao leite da cadela do que o leite da vaca.

O leite de cabra integral também contém grande quantidade de anticorpos, similares aos contidos no colostro.

O ideal é que o leite seja de uma cabra criada mais naturalmente possível, ou seja, de preferência alimentadas com pasto. Isso com certeza trará mais benefícios para o filhote.

Iniciando a Alimentação Natural em Filhotes
4.7 (94%) 20 votes