9 Fatos Interessantes da Raça Dachshund. O Cachorro Salsicha.

(Last Updated On: 2 de setembro de 2018)

Saiba Tudo Sobre o Cachorro Salsicha (Dachshunds)

dachshund cachorro salsicha deitado no chão

Ao escrever esse artigo fiquei pensando e pesquisando sobre quais as características fariam com que uma pessoa se interessa-se em adquirir um Dachshund (pronuncia-se DAK sund) também conhecido como “cachorro salsicha”.

Então, vale a pena ter um cachorro salsicha? A resposta com certeza é sim. O Dachshund é uma das raças de cães mais engraçadas e espertas que alguém pode ter. Atualmente a versatilidade faz deles excelentes companheiros de família e cães de exibição.

Eles são cães de caça farejadores criados para caçar animais que vivem em buracos e túneis como os texugos, coelhos e raposas. Matilhas de Dachshunds também já foram utilizados para caçar o javali selvagem.

Não deixe o “cachorro salsicha” enganar você, esse cão pequeno com orelhas caídas é forte o suficiente para pegar um texugo. Na verdade, foi para isso que ele foi criado e como conseguiu seu nome (Dachs significa texugo e hund significa cão).

Características dos Dachshunds

Quanto a constituição física

  • O corpo é alongado, muito maior do que as suas extremidades
  • O focinho é longo e estreito
  • As orelhas são caídas. Atenção a anatomia das orelhas faz com que elas necessitem ser revisadas continuamente para certificar que elas não estão com nenhuma problema (infecção ou sujeira)

Quanto ao pelo

  • Pelo Curto: Grosso, brilhante e liso. Bem rente ao corpo portanto não há necessidade de penteá-lo ou oferecê-lo cuidados especiais. Eles podem ter essas cores: chocolate, preto e dourado
  • Pelo Longo: O cão salsicha de pelo longo apresenta o pelo crescendo nas pontas fazendo com que precise ser penteado e bem cuidado

Quanto às cores

  • Canela, Preto, Chocolate e Javali
  • Essas cores podem ser combinadas e formar mais de 15 cores

Quanto ao seu tamanho e peso

  • Miniaturas: Peso até 5 quilos com circunferência corporal de 30 centímetros
  • Standard: O peso pode variar de 7 a 14 quilos aproximadamente e a sua circunferência corporal ao redor de 35 centímetros
  • Tweenie: Peso variando entre 5 a 7 quilos

Outros países têm uma variação maior nos tamanhos. Por exemplo, na Alemanha, o berço oficial da raça Dachshund, os Dachshunds são identificados como Standard, Miniatura ou Kaninchenteckel, com base em uma medida de tórax tirada com a idade de quinze meses.

Não importa qual o seu tamanho, os Dachshunds são um agradável membro para qualquer família.

Sua aparência fofa e sua disposição animada inspiraram muitos apelidos carinhosos para a raça, incluindo o cão salsicha, cachorro-quente, cachorro salsicha, Doxie, Dashie e (especialmente na Alemanha) Teckels, Dachels ou Dachsels.

É Inteligente e Orgullhoso

cachorro salsicha e uma mulher jogando xadrez

É impossível não sorrir quando você olha para um confiante Dachshund, orgulhosamente carregando seu longo e musculoso corpo em suas perninhas, sua cabeça alongada erguida com um olhar ousado e inteligente.

Por causa de sua aparência quase cômica, os Dachshunds têm sido um assunto favorito dos cartunistas e fabricantes de brinquedos.

Mas sua aparência fofa foi desenvolvida por razões muito mais sérias e práticas. Suas pernas curtas permitem que eles cavem e manobrem através de túneis para encurralar e até mesmo lutar contra texugos e outros animais, enquanto seus peitos grandes lhes dão bastante “coração” para a luta.

Dachshunds são corajosos, mas podem ser um tanto teimosos e ter um espírito independente, especialmente quando caçam.

Em casa, a natureza brincalhona do cachorro linguiça é revelada. Ele gosta de estar perto de você e “ajudar” você a fazer coisas como amarrar seus sapatos.

Por causa de sua inteligência, ele muitas vezes tem suas próprias “idéias” sobre quais são as regras quando se trata de brincadeiras – e essas regras podem não ser as mesmas que as suas ou até mesmo outras raças de cães.

O cachorro salsicha é conhecido por ser animado e gostar de perseguir pequenos animais, pássaros e brinquedos.

O padrão da raça – uma descrição escrita de como o Dachshund deve parecer e agir provavelmente descreve melhor sua personalidade, dizendo que:

o Dachshund é inteligente, vívido e corajoso a ponto de ser tímido, perseverando no trabalho acima e abaixo do solo.

Personalidade

O Dachshund é descrito como inteligente, animado e corajoso ao ponto de ser precipitado. Ele foi criado para ser perseverante, o que é outra maneira de dizer que ele pode ser muito teimoso.

Estes salsichinhas tem a reputação de serem divertidos e destemidos, mas o que eles mais querem é se aconchegar com seu dono. Para muitas pessoas essa característica supera a necessidade de lidar com a insistência da raça em ser independente e dominante.

A personalidade do Dachshund também pode variar com o tipo de pelagem. Como o cachorro salsicha têm a raça terrier em seus antecedentes, eles podem ser encrenqueiros e dominantes.

Os de pelo longo geralmente são calmos e tranquilos, e os de pelo curto tem uma personalidade que fica em algum lugar no meio. Alguns Mini Dachshunds podem ser nervosos ou tímidos, mas isso não é o esperado para a raça. Evite filhotes que mostrem essas características.

O temperamento é afetado por vários fatores, incluindo hereditariedade, treinamento e socialização. Filhotes com temperamentos agradáveis ​​são curiosos e brincalhões, dispostos a se aproximar das pessoas e serem cuidados por eles.

Escolha o filhote de cachorro do “meio”, nem aquele que está batendo em seus irmãos de ninhada ou aquele que está se escondendo no canto.

Sempre encontre pelo menos um dos pais – geralmente a mãe é aquela que está disponível – para garantir que eles tenham um temperamento com o qual você se sinta confortável. Encontrar irmãos ou outros parentes dos pais também é útil para avaliar como um filhote será quando crescer.

Como todo cão, os Dachshunds precisam de uma exposição precoce à socialização para muitas pessoas, visões, sons e experiências diferentes – quando são jovens. A socialização ajuda a garantir que seu filhote de cachorro linguiça cresça para ser um cão bem comportado.

Convidar os visitantes regularmente e levá-lo a parques movimentados, lojas que permitem cães e passeios de lazer para conhecer os vizinhos também o ajudará a aperfeiçoar suas habilidades sociais.

Os 9 Fatos Interessantes da Raça

  1. Dachshunds tem um entusiasmo feroz. Esses cachorrinhos foram criados há 300 anos na Alemanha para caçar texugos. Suas pernas curtas permitem que eles entrem em tocas e seu feroz entusiasmo lhes dá coragem para enfrentar os mamíferos de 6 quilos.

  2. O primeiro mascote olímpico foi um dachshund. Waldi nasceu em 1969 durante a festa de Natal do Comitê Organizador dos Jogos de Munique de 1972. As pessoas receberam lápis de cera e modelagem de argila para criar um mascote adequado. O cachorro salsicha é conhecido por sua capacidade atlética e coragem, então o cão colorido parecia o candidato perfeito para as Olimpíadas.

  3. O cachorro-quente foi nomeado depois do cachorro. A história dos cachorros-quentes é obscura na melhor das hipóteses, mas alguns historiadores acreditam que eles foram conhecidos como linguiças dachshund, depois dos cães (que eram os companheiros favoritos dos açougueiros alemães). Alguns sugerem que o nome foi mudado depois que um cartunista teve problemas para soletrar “bassê” e encurtou o nome. Infelizmente, ninguém consegue encontrar a fonte, então a teoria foi descartada. O mais antigo registro escrito da frase “hot-dog” pode ser encontrado em uma edição de 1895 do Registro de Yale sobre um carrinho de almoço que servia cachorros-quentes aos estudantes famintos.

  4. Eles vêm em uma ampla variedade de tamanhos e cores. Originalmente, todos os dachshunds eram pretos e castanhos, mas hoje eles exibem uma variedade de looks. De acordo com o American Kennel Club – AKC, os cães linguiça vêm em 12 cores padrão e em mais de três tamanhos tamanhos.

  5. Os artisatas e celebridades adoram dachshunds. Artistas famosos parecem atraídos pelos cachorrinhos. Andy Warhol costumava levar sua doxie para entrevistas e deixava o cachorro “responder” às perguntas que ele não gostava. Quando Picasso conheceu o cachorro salsicha de David Douglas Duncan, Lump, em 1957, foi amor à primeira vista. O relacionamento deles foi narrado em Duncan’s Picasso and Lump: A Dachshund’s Odyssey.

    livro picasso lunch daschund

     

  6. Os nazistas alegaram que ensinaram um a falar. Se a Primeira Guerra Mundial foi difícil para os salsichinhas, o que veio a seguir foi, no mínimo, muito estranho. Os cientistas nazistas gabavam-se de que conseguiram ensinar com sucesso os cães a falar, ler, soletrar e até comunicar-se telepaticamente. Os alemães acreditavam que os cães eram quase tão inteligentes quanto os humanos, então montaram um programa especial chamado Hundesprechschule Asra para explorar esse fato. Alguns dos feitos estranhos reivindicados pelo programa incluíam um cachorro que poderia dizer “Mein Fuhrer” e outro que poderia escrever poesia.

  7. Eles fizeram um retorno triunfal. Apesar deste período difícil, a raça resiliente resistiu a duas Guerras Mundiais e foi bem recebida de volta ao coração das pessoas graças a alguns trabalhos sérios de propaganda. Hoje, o cachorro linguiça é a 11ª raça mais popular da América.

  8. A histeria anti-germânica levou a uma mudança temporária de nome. Graças à sua herança alemã, durante a Primeira Guerra Mundial os dachshunds eram frequentemente usados ​​para retratar a Alemanha em propaganda. Embora muitas vezes humorístico, esses anúncios levaram a um desprezo generalizado pela raça. O American Kennel Club tentou renomear a raça renomeando-os como “cães-texugos”, enquanto outros se referiam a eles como “filhotes de liberdade”. Infelizmente, isso não ajudou muito a imagem de guerra da raça.

  9. Um dachshund foi o primeiro cão clonado da Grã-Bretanha.Depois de vencer um concurso, a dona de cães Rebecca Smith fez a clonagem do seu dachshund de 12 anos, Winnie. Especialistas da Coréia do Sul cuidaram do filhote durante cinco meses antes de mandá-lo para Smith. Apesar da diferença de idade, a semelhança é impressionante; ambos têm uma cauda torta e as mesmas marcas. Os cães clonados se deram bem e dormem na mesma cama todas as noites. Notavelmente, o novo filhote – apelidado de Mini-Winnie – está em excelente estado de saúde e espera-se que tenha uma vida longa.

História da Raça

O Dachshund foi criado na Alemanha onde ele era conhecido como o cão texugo, dachs significa texugo e hund significa cão. Ilustrações de cães parecidos com o cachorro salsicha datam do século 15 e documentos do século 16 mencionam o “cão da terra” e “dachsel”.

Texugos não eram a única presa do Dachshund. Ele também foi usado em caçadas a raposas e matilhas de Dachshunds à caça do javali selvagem.

Esses primeiros Dachshunds variavam muito em tamanho. Os cães usados ​​em texugos e javalis pesavam entre 13 e 16 quilos. Os cachorros linguiça costumavam caçar raposas e veados pesavam entre 6,5 a 10 quilos, e pequenos Dachshunds de 05 quilos caçavam lebres e doninhas.

cachorro salsicha caçando um texugo

Conhecida como a Teckel na Alemanha, a raça foi refinada ao longo de muitos anos pelos silvicultores alemães nos séculos XVIII e XIX. Eles queriam desenvolver um cão destemido e alongado que pudesse cavar tocas de texugo, e depois ir para as tocas para lutar contra o texugo até a morte, se necessário.

Os Smooths eram do tipo original, criados através de cruzes com o Braque, uma pequena raça apontadora francesa, e o Pinscher, um pequeno tipo de terrier. French Basset Hounds também pode ter desempenhado um papel no desenvolvimento do Dachshund.

Os Dachshunds com pelo longo foram criados provavelmente através de cruzamentos com vários spaniels e os wirehairs através de cruzamentos com terriers.

Cuidadosamente esculpida através de anos de reprodução, hoje o Dachshund é a única raça reconhecida pelo AKC (American Kennel Club) que caça tanto acima como abaixo do solo.

Suas pernas curtas e poderosas permitiram que os cachorros salsichas entrassem em túneis estreitos para perseguir suas presas. Suas longas e resistentes caudas, estendendo-se diretamente da espinha, forneciam aos caçadores uma “alça” para puxar o Dachshund para fora da toca.

As patas extraordinariamente grandes e em forma de remo do Dachshund eram perfeitas para uma escavação eficiente.

A pele solta do Dachshund é suave e não rasgaria quando o cão atravessasse em tocas apertadas. Seu tórax profundo, com ampla capacidade pulmonar, lhes dava energia para caçar, e seus narizes longos permitiam que eles fossem bons cães farejadores.

Até o latido profundo e barulhento deles tinha uma razão – o caçador localizava seu cachorro depois que ele entrava em uma toca.

E, claro, eles tinham que ser ousados ​​e tenazes. Embora os Dachshunds alemães originais fossem maiores do que o cachorro salsicha que conhecemos hoje, você ainda pode ver a destemor para a qual a raça foi desenvolvida até nas menores variedades.

Lembre-se, esses cães foram criados não apenas para caçar presas, mas também para matá-las.

Doenças Mais Comuns da Raça

Nem todos os cães sofrerão de uma ou todas essas doenças, mas é importante estar ciente delas se você estiver considerando em adquirir essa raça.

  1. Doença do disco intervertebral: Dachshunds são especialmente propensos a ter problemas na coluna vertebral. Isto pode ser devido à genética, por cair ou saltar dos móveis e sofás. Os sintomas do problema incluem a incapacidade de levantar as patas traseiras, a paralisia e, às vezes, a perda do controle do intestino e da bexiga. É importante sempre apoiar as costas e a parte de trás do seu Dachshund ao segurá-lo. O tratamento pode consistir em confinamento (para repouso) e uso de medicamentos anti-inflamatórios até cirurgia para remover os discos que estão causando o problema ou até mesmo, em casos mais específicos, colocar o cão  em uma cadeira de rodas canina. Alguns proprietários descobriram que podem ajudar a evitar problemas ao leva-los a quiropráticos, acupunturistas ou terapeutas de reabilitação que têm experiência em trabalhar com cães.
  2. Atrofia progressiva da retina (APR): Esta é uma doença ocular degenerativa que eventualmente provoca cegueira pela perda de fotorreceptores na parte posterior do olho. A APR é detectável anos antes do cão mostrar sinais de cegueira. Felizmente, os cães podem usar seus outros sentidos para compensar a cegueira e um cão cego pode viver uma vida plena e feliz. Apenas não tenha o hábito de mover a mobília. Criadores respeitáveis ​​têm os olhos de seus cães certificados anualmente por um oftalmologista veterinário e não criam cães com esta doença. Um teste de DNA para PRA está disponível para Dachshunds de cabelos compridos em miniatura.
  3. Volvo gástrico (VG): Também chamado de Torção. Esta é uma condição com risco de vida que afeta mais frequentemente cães de grande porte, mas por causa de seus peitos profundos, também pode afetar o cachorro salsicha. O VG ocorre quando o estômago se distende com gás ou ar e depois torce (torção) sobre sí mesmo. O cão é incapaz de vomitar ou vomita para se livrar do excesso de ar em seu estômago, o retorno normal do sangue ao coração é impedido. A pressão arterial cai e o cão entra em choque. Isto é uma emergência médica. Sem atenção médica imediata o cão pode morrer. O inchaço  abdominal será suspeito se o seu cão tiver um abdômen distendido, estiver salivando excessivamente e “vomitando sem vomitar”. Ele também pode estar inquieto, deprimido, letárgico e fraco com uma frequência cardíaca acelerada. É importante levar seu cão ao veterinário o mais rápido possível.
  4. Diabetes Mellitus canina (DM): Diabetes é ocasionalmente visto no cachorro salsicha, particularmente se ele estiver com sobrepeso. Diabetes pode ser tratado com dieta natural e medicações. Os sinais incluem micção excessiva e sede e perda de peso, apesar de um apetite voraz.
  5. Doença de Cushing: Esta condição ocorre quando o corpo produz muito de um hormônio chamado cortisol. Pode ser devido a um desequilíbrio na glândula pituitária ou na glândula suprarrenal, ou pode ocorrer quando um cão tem excesso de cortisol por outras condições. Os sinais mais comuns são excesso de micção e beber em excesso. Se o seu Dachshund exibir esses sinais, leve-o ao veterinário.
  6. Surdez: A perda auditiva não é comum na raça, mas pode ocorrer. Pergunte se o filhote e seus pais fizeram BAER (Evocado Auditivo de Tronco Encefálico) para perda auditiva. Isso pode ser feito a qualquer momento depois que o filhote tiver cinco semanas de vida.
  7. Epilepsia: São propensos a ter crises epilépticas. Em cães que são afetados, pensa-se que a condição é genética ou provocada como resultado de uma queda ou um golpe na cabeça. Se o seu Dachshund tiver convulsões, leve-o ao seu veterinário para determinar qual tratamento é o mais apropriado. Na grande maioria dos casos, a epilepsia pode ser controlada com medicação.

Se você está comprando um filhote, encontre um bom criador que lhe mostre as condições de saúde dos pais do filhote.

Crianças e Outros Animais de Estimação

filhote de cachorro salsicha brincando com o pé de uma criança

Dachshunds são bons com crianças se apresentados a eles cedo. Eles podem não gostar tanto dos amigos de seus filhos, então supervisione o recreio.

Com suas longas costas, o cachorro salsicha pode ser facilmente ferido se não for manuseado corretamente. Faça da regra que as crianças pequenas só podem segurar ou acariciar o Dachshund se estiverem sentadas no chão.

Sempre ensine as crianças a como abordar e tocar os cães, e sempre supervisione quaisquer interações entre cães e crianças pequenas para evitar qualquer mordida ou puxão de orelha ou do rabo.

Ensine seu filho a nunca se aproximar de nenhum cachorro enquanto ele estiver dormindo ou comendo ou tentando tirar a comida do cachorro. Nenhum cão deve ser deixado sem supervisão com uma criança.

daschund com bulldog brincando com um graveto

Essas linguicinhas se dão bem com outros animais de estimação, especialmente se eles são apresentados a eles desde filhote. Com suas personalidades ousadas e dominadoras, elas podem muito bem ser o melhor cão.

Atenção e Cuidados

Dachshunds têm muita resistência e energia. Adoram passear ou brincar ao ar livre com outros cães e gostam de caçar e cavar.

Eles também são ativos dentro da casa e podem se dar bem em pequenos aposentos, desde que tenham uma quantidade moderada de exercício diário.

Dois passeios de 800 metros a 1 quilômetro por dia (cerca de 10 minutos cada). Ocasionalmente, quando o tempo for curto, um brinquedo satisfará sua necessidade de atividade.

Eles não são adequados para viver ao ar livre ou em um canil, devem viver dentro de casa.

Dachshunds podem ferir suas costas pulando dos móveis, obtenha uma rampa ou escadas e ensine-o a usá-la se quiserem subir ou descer do sofá ou da cama.

Quando você segura um Dachshund, sempre tenha cuidado para apoiar seu traseiro e seu peito.

O cachorro salsicha pode aprender rapidamente se for devidamente motivado. Use reforços positivos como recompensas de comida ou um brinquedo favorito para prender a atenção deles, e mantenha as sessões de treinamento curtas.

O Dachshund rapidamente ficará entediado se for repetido o mesmo exercício repetidas vezes, então torne a prática divertida e interessante.

O treinamento é uma maneira eficaz de garantir que ele não entre em lugares que ele não deveria. Como todo cão, os Dachshunds podem ser destrutivos.

O treinamento em canil em uma idade jovem também ajudará seu Dachshund a aceitar o confinamento caso ele precise ser abordado ou hospitalizado. Nunca coloque o seu Dachshund em um cercado durante todo o dia.

Ele não deve passar mais do que algumas horas de cada vez, exceto quando está dormindo à noite. Dachshunds são cães de companhia, não são destinados a passar suas vidas trancados em uma caixa ou canil.

O Dachshund se destaca como um cão de guarda, mas ele pode ser barulhento. Tenha isso em mente se o seu Dachshund estiver morando em um apartamento ou condomínio.

Participe! Dê os seu voto. ↓

9 Fatos Interessantes da Raça Dachshund. O Cachorro Salsicha.
5 (100%) 4 votes